Cadastro de espaços e coletivos

 Cadastro para espaços, coletivos e atividades independentes do setor cultural para a Lei Aldir Blanc encerra na próxima segunda-feira, dia 31/08, pelo site https://bit.ly/MapeamentoCulturaPOA.

O valor do subsídio pode varia de 3mil a 10 mil reais. Para esta primeira fase: Quem pode se inscrever? Entidades culturais, espaços, coletivos e atividades independentes. Com CNPJSem, CNPJCom mais de 2 anos de atividades. Veja algumas das atividades que podem receber o auxílio: Pontos de cultura, microempresas, comunidades de Terreiro, culturas afro-brasileiras, culturas indígenas, grupos teatrais, de slam, batalhas de MC, festas populares. O que precisa para se inscrever? Preencher o formulário no link https://bit.ly/MapeamentoCulturaPOA. Acrescentar o portfólio.

Pode ser copiado ao campo do formulário os links das notícias, dos cartazes e imagens das atividades realizadas nos último dois anos. Contrapartida posterior de realização de atividades culturais em escolas públicas. Por que é importante se inscrever? As atividades culturais de periferia normalmente têm bastante dificuldade de acesso aos recursos de fundos e financiamentos públicos. É necessário mostrar a demanda e a diversidade da atuação cultural que não está no centro das grandes cidades.

Assessoria no cadastro: Se você precisar de ajuda para se cadastrar, você pode acessar as duas lives realizadas pelo Observatório da Comunidade (https://www.facebook.com/observatoriodacomunidade), pelos links https://www.facebook.com/watch/?v=357435858597900&extid=GB9yZyLypMvkWd0O e https://www.facebook.com/watch/?v=1179281859104075&extid=WOJ003HFQE1EsA4B ou solicitar auxílio pelo grupo de whatsapp Emergência Cultura, pelo link https://chat.whatsapp.com/EbQ6gmjB1XU62OEZBbB13M.

[Assista o vídeo aqui]

Culturas afro-brasileiras na Lei Aldir Blanc

As culturas afro-brasileiras também podem se cadastrar como espaço para recebimento do auxílio de três a dez mil reais pela Lei Aldir Blanc.Confira o vídeo das lideranças comunitárias José Ventura e Eunice Mariano, e participe da nossa live na próxima quarta-feira, 12h, na página da TV Restinga e do Observatório da Comunidade sobre o Cadastro de espaços culturais e artísticos, com foco na elaboração de portifólio e documentação e nos espaços e coletivos sem CNPJ. Participe! E faça o cadastro do seu espaço ou coletivo.Mais informações podem ser obtidas pelo grupo no whatsapp criado para assessoria ao cadastro à Lei Aldir Blanc, coordenado pelo professor Roberto Souza, do Campus Restinga.

Acesse o grupo pelo link https://chat.whatsapp.com/EbQ6gmjB1XU62OEZBbB13M

[Assista o vídeo aqui]

Se você é trabalhadora ou trabalhador da cultura, acompanhe o vídeo em que o professor Roberto de Souza fala da Assessoria ao cadastro na Lei Aldir Blanc.

Ele convida, ainda, à participação na live de amanhã, 19/08, às 12h, na página da TV Restinga e do Observatório da Comunidade, sobre cadastro de grupos, coletivos, espaços e equipamentos artísticos e culturais. Assista e participe! Cadastros de espaços, coletivos e equipamentos culturais e artísticos ocorrem até o dia 22/08, pelo site https://bit.ly/MapeamentoCulturaPOA.

Mais informações podem ser obtidas pelo grupo no Whatsapp https://chat.whatsapp.com/EbQ6gmjB1XU62OEZBbB13M

[Assista o vídeo aqui]

Confira o que o André de Jesus tem a nos falar sobre a Lei Aldir Blanc.

onfira o que o André de Jesus tem a nos falar sobre a Lei Aldir Blanc e sua importância para manutenção dos espaços e a participação da cultura da periferia e da Restinga!Cadastros de espaços, coletivos e equipamentos culturais e artísticos ocorrem até o dia 22/08, pelo site https://bit.ly/MapeamentoCulturaPOA.No dia 19/08, às 12h, na página da TV Restinga e do Observatório da Comunidade, ocorre a live sobre como realizar o cadastro destes espaços.Mais informações podem ser obtidas pelo grupo no Whatsapp https://chat.whatsapp.com/EbQ6gmjB1XU62OEZBbB13M

[Assista o vídeo aqui]

[Live] Moradia e direito à cidade

Introdução a live:

Live Diálogos com a Tinga, com o tema Moradia e direito à cidade. Participação de Jaqueline de Castro, presidente da Associação de moradores da Ocupação Vida Nova; Eduardo Cidade Carniello, acadêmico de Arquitetura e Urbanismo pela PUCRS, Diretor-geral da FeNEA (Federação Nacional de Estudantes de Arq&Urb do Brasil) e membro do Grupo de Pesquisa Geração Urbana e do Lugares – Escritório Modelo de Arq&Urb da PUCRS; e Beto Aguiar, dirigente Nacional do MNLM- Movimento Nacional de Luta pela Moradia e morador durante 43 anos na Restinga. Mediação do professor Maurício Polidoro, do IFRS – Campus Restinga.

Postado em 24/11/2020

[Clique aqui para assistir]

[Live] Diálogos com a Tinga: Assistência social em tempos de pandemia

Introdução a live:

Live Diálogos com a Tinga, com o tema “Assistência social em tempos de pandemia”, com transmissão pelo Observatório da Comunidade e TV Restinga . As convidadas são Cláudia Cruz, conselheira do Conselho Regional da Assistência Social e do Conselho Municipal de Assistência Social; Almerinda Lima, presidente da Associação de Moradores da Chácara do Banco e do Fórum Comunitário de Segurança da Restinga; e Magda França, assistente social da Rede Sócioassistencial da Restinga. A mediação será realizada pela assistente social do Campus Restinga, Geovana Gasparotto.

Postado em 27/10/2020

[Clique aqui para assistir]

[Live] Diálogos com a Tinga: atuação de redes religiosas em tempos de pandemia

Introdução a live:

Convidados: Pastor Fabiano da Rosa dos Santos, da Igreja do Evangelho Quadrangular e presidente da Comissão de Pastores da Restinga;

– Babalorixá Tito de Xangô, do Centro Africano Xangô Agodô;

– Edson Zanella, gestor de atividades do CPIJ e vice diretor operacional da Rede Calábria.

Mediação: Maurício Polidoro, professor do IFRS Campus Restinga.

Postado em 13/10/2020

[Clique aqui para assistir]

[Live] Diálogos com a Tinga: a situação das mulheres em tempos de pandemia

Introdução a live:

Diálogos com a Tinga: A situação das mulheres em tempos de pandemia, nas páginas Observatório da Comunidade e TV Restinga. Estão convidadas as promotoras legais populares e lideranças comunitárias do bairro Restinga, Maria Guaneci Marques de Ávila, Maria Salete da Silveira Pinto e Mahira Agni. A mediação será com Thaís Silva e Neila Prestes.

Postado em 29/09/2020

[Clique aqui para assistir]

[Live] Diálogos com a Tinga: educação pública em tempos de pandemia

Introdução a live:

Live “Diálogos com a Tinga: educação pública em tempos de pandemia”, nas páginas do Observatório da Comunidade e da TV Restinga. As convidadas são as professoras Cláudia Gaya, da rede municipal, professora da Escola Municipal Pessoa de Brum, e Helena Bonetto, da rede estadual e professora da Escola Ildo Meneghetti, e Thaiana Machado, pedagoga e diretora de ensino do Campus Restinga.Na mediação estarão a professora Milena Quadros e a historiadora Neila Prestes. A live será acessível e contará com os intérpretes em libras Ruan de Carvalho e Fernanda Taboada.

Postada em 15/09/2020

[Clique aqui para assistir]

[Live] Diálogos com a Tinga: Saúde pública em tempos de pandemia

Introdução a live:

Diálogos com a Tinga, com o tema Saúde pública em tempos de pandemia, ocorre no dia 01/09, às 19h30, nas páginas do facebook do Observatório da Comunidade e da TV Restinga. Os(as) convidados(as) são Djanira Correa, conselheira distrital da saúde e ex-coordenadora do Conselho Municipal de Saúde; Valdemar de Jesus, conselheiro distrital e municipal de saúde; Pabliana de Oliveira e Fernanda Souza, enfermeiras de atenção básica da Clínica da Saúde José Mauro Ceratti Lopes; e a enfermeira Ana Lucia Fernandes, enfermeira do Caps AD III da Restinga e Extremo-sul, que falarão sobre sua perspectiva dentro da saúde pública e a situação do bairro Restinga.A mediação será realizada pelo professor Maurício Polidoro. A live é acessível, participação das tradutoras e interprétes de libras, Gisele Fraga e Vivian Mayer. O projeto é proposto pelo Observatório da Comunidade, em parceira com a coordenação de Extensão e o Neabi do Campus Restinga e a TV Restinga.

Postado 01/09/2020

[Clique aqui para assistir]